Como preparar uma deliciosa costela de boi

 costela-de-boi-03-2

Para os frequentadores assíduos de churrascaria curitiba, o paladar acaba por ficar cada vez mais refinado e seletivo. Quem gosta de uma boa carne, sabe diferenciar o preparo, corte, procedências, temperos, apresentação, acompanhamentos e muitos outros detalhes que diferenciam no sabor e, consequentemente, no local de escolha de consumo. Porém, quando o assunto é o paladar, buscamos optar pelos melhores lugares para saborear um bom churrasco ou também optamos por prepara-lo em casa, de maneira que o sabor seja de acordo com o nosso gosto pessoal e preparo.

Segundo o site Wikipédia, um dos cortes mais procurados nas churrascarias, rodízios e nos tradicionais churrascos é a costela de boi. A costela é a parte que reveste a região torácica do boi, localizada entre as partes dianteira e traseira, que possui ossos largos e compridos e muita gordura entremeada entre suas fibras, garantindo o sabor e a suculência da carne. Esta peça pode chegar ao peso de 15kg, porém é vendida comercialmente em tamanhos de 1kg e 2kg. Conhecida também por costela ponta de agulha ou costela minga, a costela de boi tem uma preferência muito grande dentre os adeptos do churrasco pelo seu sabor marcante e sua variedade de pratos e apresentações.

A costela de boi é muito conhecida por ser feita no fogo de chão. O site da Globo ensina como preparar esta delícia de maneira correta e os truques que fazem deste prato um dos mais pedidos dos churrascos. Receita tipicamente da região Sul do Brasil, o corte mais indicado para esta finalidade é a costela de ripa, pois este pedaço contém uma grande e bem aproveitável quantidade de carne, além de ossos grandes e mais largos, que irão distribuir o calor para a carne durante o processo de cozimento e garantir o sabor e suculência.

costela-de-boi-01

Antes de preparar esta costela, é importante limpá-la bem e corretamente, retirando todas as impurezas e peles extras, nervos e ossos menores para que não prejudique o sabor final da carne. O processo de limpar a carne também serve para que o sal possa ser melhor absorvido pela carne, conferindo o sabor marcante característico. Os únicos ingredientes que são necessários para temperar a costela são sal grosso e água, pois estes não irão interferir no cozimento e sabor da carne para os apreciadores. Após a carne estar limpa, a costela deve ser embebida na água e, após isso, ser polvilhada com sal em todo o seu espaço, sem esfregar ou apertar os grânulos de sal na carne. Quando a costela já estiver temperada, deve ser espetada com os espetos de churrasco específicos para este fim, pois eles compreendem o tamanho completo da peça.

costela-de-boi-02

O espaço em que a costela fogo de chão for assado deve ser preparado anteriormente. Separe um espaço de 2×2 metros, contendo carvão e pedaços de madeira nos dois lados. A peça da carne, já no espeto, deve ficar posicionada entre as duas carreiras de fogo, para que a costela seja assada por completo e inteiramente. Todo este processo de cozimento leva sete horas, por isso o tempo de espera deve ser previamente estabelecido, evitando demais desconfortos ou atrasos. O churrasqueiro irá perceber o ponto certo de retirar a carne do fogo quando perceber que a costela ganhou uma cor dourada e sua gordura estiver escorrendo. Aí sim, estará pronta para servir com os acompanhamentos à sua escolha.

Confira este vídeo que mostra como preparar uma boa costela de boi no fogo de chão: